Disto você já sabe: a cibersegurança é a estratégia ideal para manter os dados da sua empresa seguros, evitando que eles caiam em mãos erradas. O que você talvez não saiba é que você tem um aliado nessa missão: o Teste de Intrusão. Essa estratégia é mais conhecida como Pentest. Já ouviu falar nela?

O Pentest é um método capaz de avaliar a segurança de um sistema computacional ou de uma rede, simulando um ataque que seria feito por uma fonte maliciosa. O Pentest permite encontrar vulnerabilidades no sistema e se resguardar. Vamos conhecer detalhes sobre essa estratégia neste post!

Pentest
Pentester

O que é o Pentest e pra que serve?

O Teste de Intrusão é uma estratégia de cibersegurança que consiste em encontrar e explorar vulnerabilidades de um sistema. Esse artifício pode ser utilizado pelas empresas para garantir mais uma camada de proteção aos dados.

O Pentest pode avaliar redes, aplicativos, computadores e componentes de segurança física. Ele simula ataques mal-intencionados e analisa as respostas do sistema.

Quando é feito da forma certa, o Teste de Intrusão vai além de simplesmente impedir o acesso não-autorizado de criminosos aos sistemas: o pentester (o “testador”) simula cenários que mostram para a empresa como suas defesas atuais poderiam se comportar caso sofressem um ciberataque.

Pentester x Hacker

Os especialistas em cibersegurança que fazem as testagens do tipo Pentest em sistemas são chamados de pentesters, ethical hackers ou hackers éticos

É verdade que o “testador” utiliza as mesmas técnicas que os hackers, mas os objetivos são diferentes. Enquanto o pentester utiliza essas estratégias para encontrar vulnerabilidades em um sistema e, assim, trabalhar em sua proteção, os hackers são indivíduos que modificam softwares e hardwares — mas sem necessariamente terem como objetivo beneficiar a segurança daquele sistema.

Quais os benefícios do Pentest para a segurança de dados?

O objetivo de simular um ataque por meio do Pentest (que também é chamado de hacking ético) é identificar os pontos fracos na infraestrutura de defesa de um sistema. Isso permite agir para corrigir os pontos negativos e aumentar as barreiras. São vários os benefícios do Pentest, olha só:

Descobrir vulnerabilidades em um sistema

O Pentest explora os pontos fracos existentes em uma infraestrutura cibernética. Checando a segurança de seus dispositivos e redes, a empresa pode se proteger e aumentar a proteção para evitar ser vítima de ataques.

Até mesmo as ações dos usuários, que de alguma forma podem facilitar violações de dados e ações maliciosas, são consideradas durante o Teste de Intrusão.

O resultado da análise é um relatório que elenca as melhorias que podem ser feitas em software, hardware e processos, elevando os níveis de segurança da companhia.

Imersão para encontrar vulnerabilidades

O Pentester reproduz as técnicas utilizadas por usuários maliciosos, mas, diferente dos hackers, o profissional que faz o Teste está focado na identificação e resolução das vulnerabilidades de segurança.

Pentest para redução de perdas

Para garantir que a empresa esteja sempre funcionando com total potencial, a rede precisa estar disponível, as comunicações precisam estar em dia e os recursos necessários precisam estar disponíveis.

Cada interrupção nesse ciclo pode gerar impactos negativos ao negócio. O Pentest revela ameaças e reduz a possível taxa de sucesso dos ataques, corrigindo vulnerabilidades.

Realizando o teste com a frequência recomendada pelos especialistas, é possível garantir uma redução nas perdas de recursos e dados da empresa, garantindo que ela funcione da maneira desejada!

Visão externa especializada

O Pentest, quando realizado da maneira correta por especialistas de cibersegurança, torna o processo imparcial e livre de inclinações. Isso gera um resultado mais confiável para o Teste de Intrusão.

Diferencial competitivo

No Brasil, a Lei Geral de Proteção aos Dados (LGPD) mostra para as empresas a necessidade de respeitar a privacidade e a segurança dos dados. Uma empresa que respeita as informações de seus clientes tem um diferencial competitivo valioso no mercado. 

O Pentest serve justamente para aumentar o nível de proteção nos sistemas e potencializar esse diferencial competitivo. É hora de apostar!

Quais são os tipos de Pentest?

Você já entendeu o que é o Pentest e qual a sua importância. Agora, é hora de conhecer os tipos de Teste de Intrusão, que podem ser classificados em três tipos: black box, white box e grey box.

A escolha por um dos tipos de Pentest depende do objetivo da empresa que terá sua infraestrutura testada. Nesses tipos de testes, os especialistas de cibersegurança podem receber muita, pouca ou nenhuma informação sobre o sistema.

Black box

No Pentest black box, a equipe de “testadores” não recebe nenhuma informação sobre o sistema. Sem saber detalhes sobre a infraestrutura tecnológica, cabe à equipe descobrir esses detalhes para planejar o ataque falso.

White box

No Pentest white box, a equipe de testadores conhece praticamente todos os detalhes da infraestrutura digital. Nesse caso, os pentesters podem planejar seu trabalho conhecendo o sistema que será analisado.

Grey box

Em um Pentest grey box, a equipe de testers recebe algum conhecimento sobre a infraestrutura do sistema-alvo. Podem ser informações sobre estrutura, organização, segurança ou até sobre os hábitos dos usuários do sistema.

Cabe à equipe de pentesters utilizar essas informações para localizar vulnerabilidades e desenhar os métodos de ataque que serão utilizados para testar o sistema.

Teste de Intrusão e o Método BAS

Um software BAS (Breach and Attack Simulation) serve para implantar agentes APT no sistema que será testado, reproduzindo os passos de ameaças reais para realizar um teste de defesa. Ou seja, esse software é um simulador de ataques que ajuda a organização a identificar os gaps presentes na infraestrutura que está sendo analisada.

Método BAS
Simulação de Ataques

Com o BAS, os testes e relatórios são automatizados, simplificando a análise. O software é fácil de implementar e de utilizar, mesmo que o usuário não tenha grande experiência com esse tipo de análises. 

Claro que, para ter resultados mais precisos e robustos, o ideal é contar com um parceiro especialista em cibersegurança para executar a ação e definir as estratégias de proteção adequadas para o sistema.

Por que você precisa de um Pentest hoje?

Se seu objetivo é manter a segurança de dados e garantir que seus sistemas funcionem de maneira adequada, o Teste de Intrusão é uma estratégia a ser considerada.

É claro que, quando falamos em cibersegurança, uma série de ações é necessária — e o ideal é casar o Pentest com outras alternativas para garantir uma proteção sistêmica das informações, que resguarde cada ponto da sua infraestrutura.

Fica aqui a dica da Strema, especialista em cibersegurança com mais de 17 anos de atuação no mercado: além do Pentest, busque implementar proteção de tipo Endpoint, Backup, Firewall, PAM, SOC, Simulação de Ataques, Validação da Segurança e Cloud! 

Quer conhecer mais sobre essas alternativas em cibersegurança? Clique aqui e conheça nosso Guia Completo da Segurança de Dados!